À conversa com... Rodrigo Guedes de Carvalho

No próximo dia 30 de Junho, sexta feira, às 21.30 horas, na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, vamos estar à conversa com o escritor Rodrigo Guedes de Carvalho a propósito do seu mais recente livro intitulado O Pianista de Hotel.














O Autor

Rodrigo Guedes de Carvalho nasceu em 1963, no Porto. Recebeu o Prémio Especial do Júri do Festival Internacional FIGRA, em França, com uma Grande Reportagem sobre urgências hospitalares (1997). Estreou-se na ficção com o romance Daqui a nada (1992) vencedor do Prémio Jovens Talentos da ONU.  Seguiram-se-lhe A Casa Quieta (2005), Mulher em Branco (2006) e Canário (2007). Elogiado pela crítica, foi considerado uma das vozes mais importantes da nova literatura portuguesa.  É ainda autor dos argumentos cinematográficos de Coisa Ruim (2006) e Entre os Dedos (2009), e da peça de teatro Os pés no arame (estreada em 2002, com nova encenação em 2016).
Regressa ao romance com O Pianista de Hotel(2017).




Próximo À conversa com...

Onésimo Teotónio Almeida

com o livro: A Obsessão da Portugalidade

26 de Maio | 21h30

Sala Couto Viana, Biblioteca Municipal


Biografia


A Obra
Enquanto meio mundo se consome na busca de uma identidade - deficitária, perdida, indefinida -, Portugal tem demasiada identidade, e cuida-a com excessivos desvelos sentimentais e saudosistas. Uma manifestação superficial disso será, por exemplo, a paroxística paixão recente pelo fado e seus novos intérpretes, que brotam do chão a cada hora que passa. Onésimo vai mais fundo e, no tom (certo) que lhe é próprio, com a clareza que a distância lhe permite, e a sua mistura habitual de humor e erudição, analisa e disseca os nossos meandros identitários.


O Autor
Estudou no Seminário de Angra do Heroísmo, bacharelou-se na Universidade Católica de Lisboa. Desde 1972 nos Estados Unidos, fez mestrado e doutoramento em Filosofia na Brown University, onde é catedrático no Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros (foi seu director durante doze anos), no Wayland Collegium for Liberal Learning Renaissance and Early Modern Studies da mesma universidade, leccionando cursos interdisciplinares sobre valores e história cultural e das ideias.
Além de vários livros de ensaios, tem centenas de artigos dispersos que ultimamente tem reunido em volumes temáticos: De Marx a Darwin – a desconfiança das ideologias (2009, Prémio Seeds of Science 2010 para Ciências Sociais e Humanidades), O Peso do HífenEnsaios sobre a experiência luso-americana (2010) e Pessoa, Portugal e o Futuro (2014). Publicou ainda Utopias em Dói Menor – Conversas transatlânticas com Onésimo, conduzidas por João Maurício Brás (Gradiva, 2012).
No género de crónica e conto, as suas mais recentes colectâneas são Quando os Bobos Uivam (Clube do Autor, 2013), Aventuras de um Nabogador – Estórias em Sanduíche (Bertrand, 2007) e Livro-me do Desassossego (Temas e Debates, 2006). Onésimo. Português Sem Filtro (Clube do Autor, 2011) é uma antologia de cinco livros esgotados.
Colaborador permanente do Jornal de Letras, é membro da Academia Internacional de Cultura Portuguesa e da Academia da Marinha e Doutor Honoris Causa pela Universidade de Aveiro.



À conversa com... José Viale Moutinho | 5 de Maio

05 de Maio | 21h30

Sala Couto Viana, Biblioteca Municipal





Biografia

Nasceu no Funchal. Das suas obras, as mais recentes: de ficção Velhos Deuses Empalhados, Águas Negras e A Batalha de Covões; de poesia Anjos Cobertos de Pó; de teatro A Noite de Ravensbruck e Representações Domésticas; e de investigação Camilo Castelo Branco: Memórias Fotobiográficas, Um Jantar de Escritores, À Lareira: Literatura Popular Portuguesa, O Livro Português das Fábulas, Portugal Lendário, Literatura de Cordel e Primeira Linha de Fogo. Também escreveu numerosos livros para jovens e crianças, nomeadamente: Os Meus Misteriosos Pais, Fernando Pessoa, As Visitas do Pai Natal, Pedro Pescador, Chamo-me Kafka, Chamo-me Amadeo, etc. JVM recebeu recentemente a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores, Anteriormente: o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco, Prémio Rosalía de Castro, do Pen Clube da Galiza, Menção Honrosa do Prémio Grémio Literário, Premio de Periodismo El Adelanto, Prémio de Reportagem Norberto Lopes e, entre outros, o Pedrón de Honra (Fundación Pedrón de Ouro, Santiago de Compostela) e os Prémios Edmundo Bettencourt em poesia e ficção. Quatro Manhãs de Nevoeiro é a quarta novela do autor.


EXPOSIÇÃO - “Miguel Rocha – liberdade com legendas”

21 de Janeiro a 08 de Julho de 2017


“Miguel Rocha – liberdade com legendas


Exposição da Obra Gráfica Publicada em livros, revista e jornais
local: Biblioteca Municipal, piso 1, ala Jorge Amado

Biografia:

Miguel Rocha nasceu em Lisboa em 1968. Desde 1999 que conta histórias com imagens. Entre outros, é autor de: “Hans, o cavalo inteligente” (bd) Ed. Polvo 2010; “A noiva que o rio disputa ao mar”, com João Paulo Cotrim (bd), C. M. Portimão, 2009; “Chinoiserie” com Jorge Andrade (teatro), 2009; “Salazar - Agora, na hora da sua morte” com João Paulo Cotrim (bd), Parceria A.M. Pereira Livraria Ed., 2006; “Desempacotando”, com Jorge Andrade (teatro), 2008; “HardII”, com Jorge Andrade (teatro), 2006; “O tempo das Papoilas” (bd), Polvo, 2005; “Philatelie”, com Jorge Andrade (teatro), 2005; “Os touros de Tartessos”, com José Carlos Fernandes (bd), Junta de Andalucia, 2004; “Viagem no Branco”, com João Paulo Cotrim (ilustração), Afrontamento, 2004; “A vida numa colher - Beterraba” (bd), Ed. Polvo, 2003; “(Malitska:), com Francisco Oliveira (bd), Ed. Polvo, 2001; “Março”, com Alex Gozblau (bd), Baleiazul, 2001; “Eduarda” co Francisco Oliveira a partir do conto “Madame Edwarda” de Georges Bataille (bd), Ed. Polvo/ Bedeteca de Lisboa, 2000; “As pombinhas do sr. Leitão” (bd), Baleiazul, 1999; “Dédalo” (bd), Ed. Polvo 1999; “Borda d’água” (bd), Bedeteca de Lisboa, 1999. Em 2001 foi bolseiro das, agora extintas, bolsas de criação literária de banda desenhada do MC/IPLB, para o livro “A vida numa colher - Beterraba”. Está actualmente a trabalhar para o espectáculo “3D” de A Mala Voadora.

CONVITE: Lançamento do Tomo 50 dos Cadernos Vianenses, dia 27, pelas 18H00


Foto: Lançamento do Tomo 50 dos Cadernos Vianenses
- dia 27, pelas 18H00
na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo

Boas Festas e Boas Leituras!

Informa-se, ainda, que a Biblioteca Municipal :

no NATAL - Encerra os seus serviços
                      - a 23 de Dezembro a partir das 13H00;  
                      - a 24 e 26 de Dezembro todo o dia;
                      - reabre a 27 de Dezembro às 9H00;

no ANO NOVO - Encerra os seus serviços
                      - a 31 (sábado) de Dezembro a partir das 13H00;  
                      - reabre a  2 de Janeiro às 9H00.



Assim aconteceu...







FOTO REPORTAGEM: "OS PIRATAS"Dramatização de parte da obra “Os Piratas” de António Manuel Pina, pelos Serviços Educativos da BMVC, aos 6º Anos das Escolas do Concelho.




FOTO REPORTAGEM: Partilha de Histórias  – Dinamizado pelos lares da Piedade e S. Tiago da Santa Casa da Misericórdia.

30 de Novembro





FOTO REPORTAGEM: HISTÓRIAS PARTILHADASVisita da Biblioteca Municipal e do Grupo Sénior + Da Escola Secundária de Monserrate, ao Centro Social e Paroquial do Senhor do Socorro, para mais uma iniciativa “Histórias Partilhadas”.

Workshops - Férias de NATAL


Workshop de Ilustração
COISAS QUE CONTAM HISTÓRIAS
27 e 28 de Dezembro
- dos 12 aos 16 Anos
- Horário: das 15h às 18h

Inscrições por Email: 
rpbiblioteca@cm-viana-castelo.pt

ARTES E CONTOS EM VOLTA DO NATAL
20, 21, 22 e 23 de Dezembro
- dos 6 aos 12 Anos
- Horário: das 10h às 12h

Inscrições por Email: 
rpbiblioteca@cm-viana-castelo.pt

WORKSHOP ORIGAMI
21 e 22 de Dezembro
- dos 6 aos 12 Anos
- Horário: das 14h30 às 16h30

Inscrições por Email: 
rpbiblioteca@cm-viana-castelo.pt

CONVITE para o próximo "À Conversa com … Alexandra Lucas Coelho" | 18 [sexta feira] de Novembro 2016


a escritora Alexandra Lucas Coelho



e o livro "Deus-dará"

21h30 | sala Couto Viana

Sinopse:
Depois de «E a Noite Roda» (Grande Prémio de Romance e Novela APE 2012) e de «O Meu Amante de Domingo» (Livro do Ano Público | Time Out), eis o novo livro de uma das grandes vozes da ficção actual.

Um romance passado agora, que atravessa quinhentos anos de história entre Portugal e Brasil.

«Inês pisca os olhos, tanta gente num mar de luz, floresta cobrindo morro. Nunca mergulhou numa cidade assim. Paraíso deserto é fácil mas isto são milhões de pessoas. Massa humana e natureza. Mais que sul do mundo, outro mundo.
— O apocalipse nunca vai acontecer aqui —diz ela, quase sem pé, apoiada em Tristão.
— Ao contrário. — Os olhos dele estão vermelhos. — É aqui que vai acontecer.»


Autora:

Alexandra Lucas Coelho nasceu em Dezembro de 1967, em Lisboa. Estudou teatro, e comunicação na Universidade Nova. Tem carteira de jornalista desde Janeiro de 1987. Trabalhou dez anos na rádio, como repórter e editora, e entre 1998 e 2012 no jornal «Público», tendo coberto várias zonas de conflito, sobretudo no Médio Oriente e Ásia Central, incluindo uma temporada baseada em Jerusalém. Em 2010 fez uma viagem pelo México e mudou-se como correspondente para o Rio de Janeiro, onde morou até 2014. Foram-lhe atribuídos vários prémios de jornalismo.

Publicou cinco livros de reportagem-crónica-viagem: «Oriente Próximo» (2007), «Caderno Afegão» (2009), «Viva México» (2010), «Tahrir» (2011) e «Vai, Brasil» (2013). Em 2012 lançou o seu primeiro romance, «E a Noite Roda», vencedor do Grande Prémio de Romance e Novela APE 2012, e em 2014 o segundo, «O Meu Amante de Domingo», que saiu em francês, pelas Éditions du Seuil.
 «Deus-dará» é o seu mais recente romance.
Vários dos seus livros estão publicados no Brasil.
Fonte: http://www.tintadachina.pt/

Prémio Escolar Prémio Escolar António Manuel Couto Viana 7.ª Edição | 2016/2017

Prémio Escolar António Manuel Couto Viana

Prémio Escolar António Manuel Couto Viana
7.ª Edição | 2016/2017




Consulte o Regulamento do Concurso / PORTAL DA BIBLIOTECA


Com a morte do escritor vianense António Manuel Couto Viana (escritor, autor de literatura infantil, poeta, ensaísta, tradutor e dramaturgo), a Câmara Municipal de Viana do Castelo criou, em homenagem à sua vida e obra, sob a forma de CONCURSO o Prémio Escolar António Manuel Couto Viana com o objectivo de dar a conhecer a obra literária deste vianense junto dos alunos do ensino básico e secundário da comunidade escolar vianense. Este prémio tem por finalidade estimular o gosto pela leitura, pela escrita, pela reflexão e pela arte como formas de acesso à educação e à cultura. Assim, pretende incentivar e promover novos talentos literários e artísticos, premiando as produções literárias e artísticas da população Infanto-Juvenil nas modalidades de poesia, conto, ensaio e ilustração.

A 7.ª Edição do prémio terá lugar neste ano lectivo de 2016/2017, e contará de novo com o apoio incondicional dos Professores Bibliotecários, que com a Biblioteca Municipal, são os dinamizadores junto das escolas desta iniciativa do Município de Viana do Castelo.
Assim, aguardamos, com entusiasmo, os trabalhos que cada um dos participantes apresentará a concurso, numa primeira fase a nível da Biblioteca Escolar e numa segunda fase a nível concelhio, na Biblioteca Municipal.

Sábado com Histórias [REGRESSA] Setembro de 2016

Não há sábado sem história na Biblioteca.




Às 10h30 e às 15h00, o "Sábado com Histórias" proporciona aos mais pequenos (e não só) momentos únicos, onde a descoberta de cada conto é feita de 1001 maneiras. A Hora do Conto é sempre terminada com uma actividade de expressão plástica, relacionada com a história que foi dramatizada.